Meu avô...um sonhador.

Meu avô, sempre foi um sonhador.
Na Europa provou ser homem,
Na África, provou a guerra,
Na América, provou a dor.

Foi avô e pai, maduro e chorão.
Sempre estendeu a mão.
Conhecia muitas coisas,
Mas não conhecia o “não”.

Era forte e vaidoso
Valente, alegre e dengoso.
Tinha nome de príncipe troiano,
Heitor! Avô amoroso.

Nos últimos anos brigou pela vida,
No Alzheimer, acolheu a dor,
Rodeado de cuidado e amor,
Em junho deste ano, deixou de sonhar
o nosso sonhador.

Saudades do teu neto...
Bruno.

Nenhum comentário: