Sem medo de metas.

Duas palavras que ouvimos muito são metas e alvos. Ficar ouvindo alguém nos pedir as metas não é nada confortável, pois elas nos assustam. Mas, ninguém pode dizer que jamais conseguirá realizar os seus sonhos. Toda visão desperta sonhos. O nosso medo das metas vem das nossas referências ou experiências negativas. Há pessoas que se sentem incomodadas quando começam a ser cobradas, pois apresentam deficiência nas relações com os pais e com patrões, e por esta razão, apresentam dificuldades em lidar com as metas dentro de uma visão ministerial. O que faz alguém rejeitar as metas são os traumas que carrega na alma. Um líder acima de tudo, é alguém que sabe vencer traumas e metas. O que fazer para alcançar as metas no meu ministério e fazer com que meus discípulos me acompanhem?

1. Ministre amor e segurança e estabeleça metas de trabalho.
João 21: 16 “...Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe:Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Pastoreia as minhas ovelhas.”
Todo aquele que é amado e está seguro de que seu líder o respeita e o ama cumprirá metas propostas. Mas, quando ele se sente inseguro e a reunião se torna apenas de metas e cobranças, ele não responderá. Ame o discípulo provando que eles são importantes para você. Eles são importantes não porque lhe dão números, mas porque são vidas que valem mais que todo o universo.
2. Tenha um coração simples e mostre simplicidade aos seus discípulos.
Mateus 11: 29 “...aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração...”
Simplicidade é ter um coração acessível e facilitar os caminhos para que os discípulos cheguem a você. Quando isso acontecer, seus discípulos vão lhe amar e se sentir amados. O Reino não trabalha com números, trabalha com vidas.
3. Não trabalhe com contabilidade, mas com qualidade.
Lucas 15:7 “...haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende...”
Lembre-se que o resultado que está atrás de você tem carne, pele, osso, cheiro, emoções, nome e precisa ser respeitado. Tenha no coração o mesmo sentimento do coração de Jesus que mesmo sendo seguido por grandes multidões sempre sabia reconhecer o valor específico de cada indivíduo.
Lembre-se: "As metas não existem para nos assustar, e, sim, para nos desafiar. Precisamos delas, pois desatam a nossa liderança e nos levam a descobrir a capacidade que temos, sem metas jamais descobriremos o nosso potencial".
Soli Deo Gloria
Pr. Bruno dos Santos

Nenhum comentário: