Por que meu Deus, por quê?


Por que aqueles que gostam de “batalha espiritual” não lutam contra a pobreza e a demanda social da população carente, entrando nas favelas e “decretando” o fim do domínio das trevas nestes lugares?

Por que aqueles que possuem unção para “governar” não administram presídios e detenções, e viabilizam projetos de sociabilização nestes lugares chamados “sem jeito” pela sociedade?
Por que aqueles que gostam de falar tanto de “cura interior” não fazem visitas a orfanatos e sanatórios para procurar curar os corações feridos destes lugares, e quebrar o sentimento de rejeição que eles tanto falam?
Por que aqueles que adoram discutir “teologia” não se unem em prol de um movimento educacional que promova melhoras tangíveis neste país, afinal não somos a religião do “livro”?
Por que aqueles que oram tanto pela prosperidade das pessoas, não criam agências de consultoria nas regiões mais pobres desta nação, e ensinam os mais necessitados a desenvolverem uma economia sustentável, promovendo uma melhoria na qualidade de vida dos mesmos?
Por que aqueles que gostam de “cantar” sobre Jesus e de testemunhar o “milagre” de Deus, não fazem shows beneficentes arrecadando mantimentos para os desabrigados da seca ou das enchentes, ou mesmo doando seus polpudos cachês para entidades carentes,...de vez em quando?
Por que os grandes pregadores ao invés de investirem milhões de dólares em canais de televisão, não criam programas de saúde preventiva ou investem na construção de orfanatos e casas de recuperação, ou mesmo na manutenção de missionários desassistidos no campo onde estão pregando com suor e lágrimas o Evangelho de Cristo?
Por que aqueles que afirmam ter o dom de curar não ficam de plantão nas entradas das clínicas de hemodiálises e nos hospitais de câncer?
E por fim, por que aqueles que são chamados Apóstolos, Profetas, Mestres e Pastores, possuem um forte aparato de seguranças, maquiadores, assessores de imprensa, advogados e empresários, coisas que nem Jeremias, Isaias, Pedro ou Paulo se valeram no seu tempo?
Neste universo de “por quês” fica apenas uma texto pairando em minha mente: “Pelos seus frutos os conhecereis...”
A Deus toda a Glória para sempre!
Bruno dos Santos

Nenhum comentário: