Quando Deus aperta o "Parafuso da Fé".


Perdi meu emprego pastor Bruno e preciso sustentar minha família, e agora o que faço? Por que Deus permitiu isso acontecer na minha vida? Além disso uma irmã disse que perdi meu emprego porque estava com algum pecado oculto na minha vida! Não sei o que pensar mais sobre este assunto!
Carlos XX XXXXX XXXXXX (Curitiba - PR)
___________________
R: Diariamente, quando as adversidades nos atropelam, somos tentados a nos esconder delas, pedindo a Deus: “se possível passa de mim este cálice Senhor!”, e geralmente Deus parece não escutar este tipo de oração, pois a mesma feita pelo seu legítimo filho Jesus, tão pouco foi ouvida, mas a vontade de Deus se cumpriu no final.

Sei que sua situação não é nada fácil de lidar, mas penso que as adversidades nos tornam melhores e mais íntegros em nossa relação com Deus, pois somos através delas, modelados para nos tornar pessoas de fé. Anunciadores da esperança e confiança no caráter de Deus.

A adversidade não é um problema de “pecado escondido” como alguns fariseus gostam de pensar e afirmar, mas uma ferramenta que serve para apertar nosso “parafuso da fé” e sustentar nossa vida nas mãos de Deus.

A adversidade revela em “quê” nos estamos colocando a nossa confiança e a nossa esperança, a adversidade nos revela a qual deus servirmos de fato e de verdade. Por isso, Jesus só foi quem foi, diante da adversidade que viveu, e a nossa vida não teria o mínimo sentido se nós não atravessássemos problemas diariamente.
Portanto não pergunte “POR QUE isso aconteceu comigo?” Mas sim, “PARA O QUÊ, isso aconteceu?”. A Vontade de Deus é nos tornar cada vez mais perfeitos em nossa relação com ele.
Se qualquer coisa está atrapalhando meu caminho com Deus, Deus vai tirá-la de mim, ainda que eu pense que isso seja uma PERDA, na verdade será um GRANDE LUCRO, pois assim como Deus não nos dá nada além do que podemos suportar, Deus também não nos tira nada daquilo que não podemos perder.
Pense nisso e que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus. Na medida do possível, estarei orando para que Deus te fortaleça nesse momento.

Um comentário:

Henrique Damasceno disse...

As pessoas se sentem numa condição de Semi-Deus para acusarem as outras...

Na verdade creio que a pessoa gostaria de repreender algo que aos seus olhos era reprovavel na vida deste homem e usou Deus como um porta-voz!

Temos que parar com este facismo espiritual!

Com a mesma medida com que julgamos...

Se bem que este tipo de mensagem anda um pouco longe dos púlpitos.
Glória a Deus pela vida do Pastor Bruno que, bajulações a parte, tem um sério compromisso com o evangelho em suas pregações que são sempre conduzidas pelo Espirito Santo.

Paz...