Revelation-tion, profetation – tion, decretation – tion, enganation – tion. A Espiritualidade passageira no mercado gospel das contradições.

A musica Rebolation-tion, do grupo Parangolé, tem sido o maior sucesso dos últimos tempos, e virou febre no carnaval com um hit pobre e uma mistura de português com inglês (meu sábio amigo Gideon – Betesda, sempre dizia: “Não existe nada tão ruim que não possa ser piorado”), a canção freqüentou o repertório de todas as bandas e cantores badalados da Bahia.
Esse tipo de sucesso, gerado para alavancar modas, dinheiro e baixaria cultural já é artimanha conhecida do mercado midiático, que invade todos os redutos para tornar a moda conhecida, mas da mesma forma que veio, vai! E isso é coisa bem brasileira. Nossa identidade é não ter identidade, é o país multicultural, que apóia a diversidade (termo esse que os gays estão estigmatizando), mas contradições como essas não estão apenas no mercado da mídia carnavalesca, senão nos mais diversos rincões do “mundo gospel”.
Recentemente assustei-me com um pastor (sinceramente não vi nem seu nome, nem ministério), zapeando minha tevê, que num dado momento de sua pregação, ele disse pra platéia: “Acabei de receber uma Revelation fresquinha do alto!” – E pensei: O que isso minha gente? A moda do Parangolé chegou no meio evangélico!
E minha fértil imaginação já imaginou a festa do Revelatio –tion, da profetation – tion, do decretatio – tion, do prosperatio – tion, e de tantas outras modas passageiras que são criadas para enfraquecer a espiritualidade evangélica e arrancar-lhe a identidade cristã.
Essas modas passageiras do mercado gospel das contradições é o maior mal que causamos para a nossa espiritualidade, sei que são modas que vem e vão no nosso meio, mas seu propósito é nos descaracterizar e enfraquecer fundamentos, e saiba, o que aparece na mídia é aquilo que é ruim. Tenho certeza que sermões como o da montanha já não surtiriam efeito em nossa geração, sedenta de novidades e de modas que “peguem”, ainda que o conteúdo seja inapropriado.
Modas a parte, saiba que tudo isso é enganatio-tion. Vigia irmão!

Nenhum comentário: