Que venha o Teu Reino, Senhor!

A decadência global do Ocidente começou com o abandono da cosmovisão bíblica e continuou com a influência bárbara do secularismo chegando à nossa sociedade. A ascensão da cultura pós-moderna (neo-animista) dominou a última década do século 20.
A Igreja da nossa geração abandonou a cultura muito depressa. Está esperando o céu, esquecida de sua missão. Por quê? O que aconteceu? Nos esquecemos do Reino de Deus e de que a nossa tarefa é discipular nações. Stanley Jones, estadista missionário na Índia, declarou: “O Reino é a resposta total de Deus para a necessidade total do homem”.
Paulo nos diz em Gálatas 3:8 diz que as Escrituras previam que Deus iria justificar os gentios pela fé e anunciou o Evangelho primeiro a Abraão. Qual foi o Evangelho que Ele anunciou primeiro a Abraão? Todas as nações serão abençoadas através de você. Esta é a boa notícia. A boa notícia do Reino de Deus. Jesus ensinou e pregou a boa notícia do Reino de Deus e modelou o Reino de Deus com a própria vida.
Mas o que é de fato, o Reino de Deus? O Reino de Deus é qualquer lugar onde Cristo está reinando. Cristo está reinando em sua vida? Então o Reino de Deus está aí. Cristo está reinando em sua igreja? Então o Reino de Deus está lá. O Reino de Deus pode estar numa pessoa, numa igreja local, numa comunidade alternativa, ou numa nação onde Cristo está “de fato” reinando.
Outra maneira de dizer isto é que o Reino de Deus é o lugar onde é feita a vontade de Deus. O que oramos na Oração do Pai Nosso? “Venha o Teu Reino, seja feita a Tua vontade assim na terra como no céu”. Primeiro, oramos pela volta de Cristo com o Seu Reino. Depois, oramos por nós mesmos, para que o Reino possa ser manifestado hoje em nossas vidas.
Precisamos discipular cristãos do Reino e edificar comunidades do Reino se queremos que o Reino venha. Comece a ler a Bíblia para ver o que ela diz sobre vocação. Você sabia que a Bíblia tem mais a dizer sobre economia e negócios do que sobre salvação das almas? É isto mesmo. Mas nunca lemos com olhos que vêem isto. Mas, muitas vezes, uma pessoa de negócios cristã é cristã na igreja e pessoa de negócios nos negócios. Talvez seja hora de começar a desenvolver um par de óculos bíblico para a realidade do chamado vocacional. Deus criou a humanidade, e não um bando de religiosos.
Quando nos fechamos nas paredes denominacionais de nossas visões patéticas-proféticas, perdemos a verdadeira manifestação do Reino. Enquanto existem pessoas construindo medíocres impérios pessoais, Deus forja gente buscando edificar Seu Reino aqui e agora. Que teu o Reino venha, Senhor!