SAIA DA CRUZ! EM NOME DE JESUS! ...COMO ASSIM?

Infelizmente o tom produzido por pregadores evangélicos em muitos cultos hoje prestam um desserviço ao Evangelho de Jesus. Muitos escritores hoje induzidos a ter sucesso rendem-se ao mercantilismo gospel. Pastores comprometem suas igrejas e denominações em busca de uma lugar no “hall” da fama evangélica. Pregadores dantes bíblicos, agora alardeiam manuais de auto-ajuda para se tornarem populares. Adoradores que se tornaram artistas, com caches e assessores diversos, vendilhões do templo dos dias atuais. Enfim, um evangelho que nos convida à fugir da cruz, é o evangelho pregado em nossos dias. Desculpem minha indignação, mas este evangelho “vendido” hoje, é o evangelho diferente que Paulo alertou aos gálatas (Gl 1:6-10)
Esse evangelho que foge da cruz, é um evangelho que oferece mais ofertas do que demandas, prega mais o materialismo do que a espiritualidade. É o evangelho da graça barata, da realização pessoal em detrimento de tudo que a Bíblia ensina. Sermões baseados em uma “frase de efeito”, sem exegese, sem nenhum critério teológico, pautado nas emoções de um público cativo, enredado por uma pregador com um currículo de “animador de auditório”. Uma audiência viciada em novidades e modismos circunstânciais  que nega a cruz e é amicíssima do mundo.
Esse evangelho que nega a cruz, enche estádios, templos e salões de todo tipo, mas não é capaz de produzir gente transformada. Esse é o alvo do Evangelho de Cristo, a nossa transformação. Por isso só um existe um Evangelho, e um molde, Cristo, o qual devemos nos espelhar. Igrejas hoje são produzidas ao “gosto do freguês”, satisfazendo necessidades pessoais. Jesus jamais mudou um pequeno ponto de sua mensagem para conquistar seus ouvintes. Pelo contrário, eram os ouvintes que precisavam da mensagem, e não a mensagem de ouvintes.
Segundo a tradição popular, há um ditado que diz que “o diabo foge da cruz...”. Creio portanto que esse evangelho que convida a fugir da cruz, é um evangelho diabólico, e não o verdadeiro Evangelho. Usar Jesus para nos tirar da cruz e da necessidade de sermos transformados dia a dia é um recurso claramente mentiroso e demoníaco. Cuidado com esse tipo de evangelho, muito cuidado!

Nenhum comentário: