A MALDIÇÃO DA INVEJA EVANGÉLICA!


“Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade.” (Fp 1:15)
Infelizmente evangélicos têm inveja, isso é uma incoerência com o Espírito do Evangelho, mas infelizmente uma triste verdade. E pior, faz parte principalmente, do universo das lideranças eclesiásticas. Um grande número de líderes pregam por inveja, louvam por inveja, promovem-se por inveja e crescem por inveja. Apesar de estarem fazendo coisas corretas e louváveis, sua motivação é mortal e venenosa. 
O invejoso ignora tudo o que é e possui para cobiçar o que é do próximo. A inveja é frequentemente relacionada com a cobiça, que é um desejo por riqueza material, a qual pode ou não pertencer a outros.
A inveja surge do sentimento de que somos incapazes de viver nossos próprios sonhos, de alcançar nossas metas e realizarmo-nos. Por isso, o exemplo daqueles que realizam algo, faz o invejoso lembrar aquilo que ele não “é” capaz de fazer. “A inveja é um pecado do espírito, é o “câncer da alma” (Richard Condon) – é considerado depois do orgulho o segundo pior pecado capital.
A inveja é quando desejamos exatamente o que é do outro, ou desejamos que o outro não tenha aquilo que lhe é de direito. O outro deixe de ser um referencial e passa a ser uma acusação a “suposta” inferioridade do invejoso, por não ter aquilo que o outro possui. A inveja entre em ação quando a felicidade e o sucesso do outro fere o invejoso amargamente.
Hoje é comum ministério que nascem desta motivação, mensagens que são pregadas com esta motivação e líderes que buscam visibilidade por esta motivação, a inveja. A inveja ufana o invejoso de que ele é capaz de conquistar e ter aquilo que o outro conquistou e tem, mas essa motivação maligna, o joga no existencialismo ilusório de ganhar vendo o outro perder. 
A inveja mata, principalmente quem dela se vale para ser e ter o que não é e não pode. Não nos enganemos, os maiores males da igreja não estão fora dela, mas dentro dela. Um ministério construído com inveja gera desgraças, conflitos, confusões, divisões e asfastamentos contínuos. Quando a inveja se instala na motivação de um líder arruína projetos e sonhos no coração de Deus.
Perdoem-me os mais puritanos, mas a máxima popular é real: “ A inveja é uma m...!”

Nenhum comentário: