POR QUE DEUS NÃO TEM FACEBOOK?

O Facebook, não é uma rede social, mas uma mídia social, inclusive lá fora, o nome é “social MEDIA”, e não “social NETWORK”. Das 845 milhões de pessoas cadastradas no Facebook, 483 milhões utilizam essa mídia social todos os dias. As telas do Facebook (timelines) mostram pessoas felizes, viajando, realizando feitos memoráveis, alguns extraordinários, alcançando momentos especiais como casamento ou a conquista de um diploma, uma viagem especial e por aí vai. É um leque de conquistas, satisfações e pessoas alegres e realizadas.

Pesquisadores e especialistas dizem que tal situação pode provocar uma "inveja espiral", crescente, que é muito peculiar nas redes sociais em geral. Ao ver fotos bonitas de seus amigos no Instagram, Facebook, etc, você fica motivado para publicar fotos melhores, e seus amigos, ao verem suas fotos, vão tentar publicar fotos ainda mais bonitas, e assim o mundo das redes sociais tende a levar as pessoas para longe do mundo real. 

E esse é o sério problema com o Facebook. As pessoas criam uma rede de amigos, familiares e conhecidos, todos ligados entre si. Desenvolvem ainda uma identidade online, virtual, que compreendem como sendo de grande importância emocional e pessoal. Nesta mídia social, elas postam idéias, fotos, pensamentos, e falas sem ser preciso dar a cara, sem ser preciso olhar no olho, sem ser preciso justificar nada. Essa vida pessoal exposta de maneira virtual, nos leva à possibilidade de criar uma ilusão a nosso respeito, em nós e nos outros.

Funciona assim: caso alguma coisa não esteja bem, eu simplesmente “deleto” da minha timeline. Caso algum comentário me incomode, eu simplesmente respondo com acidez ou rancor, pois sei que não estarei na frente da pessoa falando isso. Quando posto algo e não recebo curtidas, me sinto frustrado, com problemas de aceitação, etc... E essa vida do Facebook, se funde com a vida real em nossa mente, e passamos a querer viver a vida idealizada do Face, ao invés da vida real, difícil e “normal” do cotidiano.

O Facebook não é o meu resumo, tão pouco uma extensão de mim. Essa mídia social é só mais um meio de interação, útil sim, mas não imprescindível. E que requer cautela no seu uso e na exploração dos fatos, das fotos, e dos post’s pessoais. Nas relações da vida real, eu preciso encarar os problemas, encarar as pessoas, me relacionar com elas. É quase impossível ter mais do que cinco amigos reais (verdadeiros e confidentes), mesmo que você tenha milhares de “seguidores” no face. 


Por isso, respondendo a pergunta acima: Por que Deus não tem Facebook? Simples, porque Ele não quer seguidores, mas amigos reais e verdadeiros. Deus não quer ler a timeline do seu avatar, Deus quer ler o seu coração. Fé não é uma expectativa virtual, mas uma esperança real em um Deus pessoal!

Nenhum comentário: